Novo artigo publicado: “Temporal genetic dynamics of reintroduced and translocated populations of the endangered golden lion tamarin (Leontopithecus rosalia)”

Acesse o novo artigo publicado na Conservation Genetics em parceria com o LEEC.
Moraes et al. Temporal genetic dynamics of reintroduced and translocated populations of the endangered golden lion tamarin (Leontopithecus rosalia).
Acesse aqui: www.leec.eco.br/publications

Novo artigo publicado: “Using different proxies to predict hantavirus disease risk in São Paulo state, Brazil. “

Já está disponível no site do LEEC a publicação “Using different proxies to predict hantavirus disease risk in São Paulo state, Brazil“. Esse artigo é resultado da parceria LEPAC LEEC no Projeto Interface.

Confira! www.leec.eco.br

 

 

Tutorial de Análises Preliminares e Gráficas no R para Modelos de Nicho Ecológico

O objetivo desse tutorial é fornecer os primeiros passos para começar a utilizar o Software R para análises pré e pós o processo de modelagem de nicho ecológico (Ecologial Niche Modeling – ENM), não abordando o processo de modelagem diretamente. Esse tutorial é composto pelos seguintes tópicos: (1) estrutura e manejo de arquivos raster e vetor no R; (2) análises preliminares das variáveis ambientais: Correlação de Pearson, PCA e Análise Fatorial; (3) análises gráficas posteriores dos resultados dos ENMs. Todos os passos foram realizados no Software R, versão 3.3.1 (www.r-project.org, R Core Team 2016), para o sistema Windows. Esse tutorial é acompanhados de dados de exemplo e três scripts. Qualquer dúvida ou erro que eu possa ter cometido, não se acanhe, me mande um e-mail (mauricio.vancine@gmail.com), responderei assim que possível =]

Acesse o tutorial e o material de apoio AQUI.

Novo artigo publicado: “High mammal species turnover in forest patches immersed in biofuel plantations”

Já está disponível no site do LEEC a publicação “High mammal species turnover in forest patches immersed in biofuel plantations“. Confira! www.leec.eco.br

 

Carga valiosa

Bela foto do Rafael Souza Cruz Alves na revista Pesquisa Fapesp, durante parte da pesquisa de doutorado da Paula Carolina Montagnana!

Foi publicada na Revista Fapesp.

003_fotolab_tetrapedia_sp-300x268

“Ao visitar flores, as abelhas solitárias do gênero Tetrapedia não buscam apenas pólen. Elas são especializadas em recolher óleo, que transportam em meio às cerdas das estruturas das patas conhecidas como escopas e usam para alimentar as larvas e construir seu ninho. “Na maior parte das vezes elas coletam tanto óleo como pólen, que carregam misturados”, conta a ecóloga Paula Montagnana. Em seu doutorado, ela estuda o efeito da cobertura florestal na abundância dessas abelhas na serra da Cantareira, norte da metrópole paulistana. “A floresta é importante tanto por fornecer alimento como cavidades para ninhos.” Ao contrário das conhecidas colmeias construídas pelas abelhas sociais, estas aproveitam ocos em troncos e galhos.”

Fonte: Revista Fapesp

Primeiro Workshop Brasileiro de Ecologia do Movimento (1st MEB – Movement Ecology Brazil) destacou a importância de pesquisas sobre o assunto no Brasil

Nos dias 17 e 18 de setembro de 2015 foi realizado o I Movement Ecology Brazil Workshop (I MEB) na UNESP, Rio Claro. O evento reuniu 104 participantes de pelo menos 30 instituições brasileiras e estrangeiras para promover o diálogo entre acadêmicos e profissionais da área de ecologia do movimento e conservação ambiental de modo a incentivar o intercâmbio científico no país e América Latina. Organizado pelo grupo de estudos em ecologia do movimento do Laboratório de Ecologia Espacial e Conservação, o workshop contou com palestras, mesas redondas e apresentação de trabalhos em forma de painéis, com participantes de diferentes áreas do conhecimento, como Biologia, Física, Ciência da Computação e Oceanografia. Entre os palestrantes convidados estiveram o Prof. Dr. Juan Morales, da Universidad Nacional del Comahue (Argentina), expoente na área de ecologia do movimento, o Prof. Dr. Milton Cezar Ribeiro, o Dr. Karl Mokross e o Dr. Alejandro E. Jahn, da UNESP, Rio Claro, o Prof. Dr. Marcus Vinícius Vieira, da UFRJ, o Prof. Dr. Luiz Gustavo Oliveira Santos, da UFMS, o Prof. Dr. Marcos Eleutério da Luz, da UFPR, e o Dr. Pavel Dodonov, da UESC.

Ficou claro ao final do evento o potencial dos ecossistemas brasileiros e dos diversos grupos de pesquisa para os avanços em ecologia do movimento. Apesar da maioria dos participantes focarem seus estudos em mamíferos e aves, outros grupos taxonômicos estão ganhando importância, como peixes, insetos e répteis, com tecnologias inovadoras de monitoramento. Durante o I MEB foi constantemente lembrado que o objetivo de estudos em ecologia do movimento deve ser prioritariamente a resposta de questões ecológicas para o melhor conhecimento de processos ecossistêmicos e conservação da biodiversidade. Destacou-se também a necessidade de aumento de colaborações com especialistas de outras áreas do conhecimento para suprir as dificuldades metodológicas, principalmente quanto à análise de dados de movimento. Os trabalhos apresentados no I MEB foram reunidos em um LIVRO de RESUMOS com 21 trabalhos desenvolvidos por 56 pesquisadores de instituições brasileiras e internacionais.

Para mais informações, acesse: www.leec.eco.br/meb

New Article: Diet Overlap and Foraging Activity between Feral Pigs and Native Peccaries in the Pantanal

Article resulting from the partnership between Unesp, Vanderbilt and WCS in the Pantanal!

Feral pigs (Sus scrofa) (Upper center), collared peccaries (Pecari tajacu) (Botton left) and white-lipped peccaries (Tayassu pecari) (Botton right) in the Brazilian Pantanal.

Continue reading “New Article: Diet Overlap and Foraging Activity between Feral Pigs and Native Peccaries in the Pantanal”

O papel da regeneração natural na restauração de paisagens e florestas em larga escala: desafios e oportunidades

“Em 2011 foi anunciado o Desafio de Bonn, para restaurar 150 milhões de hectares de terras desmatadas e degradadas até 2020. Esta meta ambiciosa foi reforçada durante a Cúpula do Clima da ONU de 2014 em Nova York, quando mais de 130 governos, empresas, sociedade civil e povos indígenas apoiaram a restauração de mais de 350 milhões de hectares de florestas e terras agrícolas até 2030.

À luz deste objetivo global e dos ambiciosos compromissos nacionais emergentes, é imperativo desenvolver métodos e técnicas de baixo custo para a restauração de paisagens. Os métodos mais utilizados, como o plantio de área total com mudas de árvores nativas, são frequentemente caros e não factíveis na escala necessária para atender às metas assumidas. Assim, outras estratégias são necessárias.

Continue reading “O papel da regeneração natural na restauração de paisagens e florestas em larga escala: desafios e oportunidades”

Jornal Unesp: “Morcegos no limiar do perigo”

O Jornal Unesp, edição de Junho de 2015, divulgou o estudo da pesquisadora Renata Muylaert, do Laboratório de Ecologia Espacial e Conservação – LEEC, sobre limiares da biodiversidade para morcegos! O estudo está sob revisão na Ecological Applications.

Mais informações: http://leec.eco.br/downloads/Jornal_Unesp_Junho2015.pdf

Fonte: Jornal Unesp

Massive Birds Species Distribution Modeling using Cloud Computing

Research conducted by Universidade Federal de Pernambuco, in collaboration with Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho (UNESP, Rio Claro) built a hundred thousand maps of endemic bird species distribution for Caatinga Biome. These maps were used as support to produced the 2015 version of the Priority Areas for Conservation, Sustainable Use and Benefit Sharing of Brazilian Biological Diversity. The computer tasks were powered by Microsoft Azure machines, which was funded by Microsoft Research and FAPESP.

More information: http://leec.eco.br/downloads/Caatinga.pdf